Palmas-TO, 07 de julho de 2022

WebMail

Inscrições abertas para o I Seminário Internacional de Gerontologia e Envelhecimento Ativo

Atualizado em: 18/05/2022 17h02

A Universidade da Maturidade (UMA), programa de Extensão da Universidade Federal do Tocantins (UFT), realizará entre os dias 8 e 10 de junho deste ano, o I Seminário Internacional de Gerontologia e Envelhecimento Ativo (Sigero), que contará com palestrantes de Cabo Verde (África), Portugal (Europa) e do Brasil. As atividades presenciais acontecerão no prédio da UMA no Câmpus de Palmas (UFT), on-line com transmissão pelo canal no YouTube (umauft). As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas por este link 👉 https://bit.ly/3uqTNBg.

O seminário tem por objetivo promover a troca de experiências entre pesquisadores de grupos de trabalho locais, regionais, nacionais e internacionais, empreendedores, terceiro setor, gestores públicos e outros envolvidos das instituições participantes no Brasil, Cabo Verde e em Portugal que estudam a temática do envelhecimento humano.

De acordo com a coordenadora da UMA, professora doutora Neila Osório, o evento é uma oportunidade para os pesquisadores apresentarem seus estudos sobre envelhecimento humano. “Nos últimos anos, essa temática passou a ser mais estudada, pesquisada e debatida nas instituições de ensino, então esse seminário é a oportunidade que nós, pesquisadores da área, temos de mostrar para o mundo tudo o que está sendo produzindo, pois o foco é fazer com que o envelhecimento humano seja uma pauta não apenas nossa, mas de toda a sociedade”, ressaltou.

Programação
A programação completa está disponível no link https://bit.ly/3uqTNBg e envolve apresentações culturais da região da Amazônia Legal brasileira, palestras com especialistas, mesas-redondas, comunicações de trabalhos científicos e outras atividades dialogadas com as seguintes temáticas: aprendizagem ao longo da vida; envelhecimento ativo; educação intergeracional e gerontologia.

Parceiros
O Sigero tem como parceiros o Ministério da Saúde e Segurança Social de Cabo Verde; a Associação Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS) e o Projeto Centro Criativo Intergeracional de Lisboa, ambos de Portugal; o Centro Intergeracional Sarah Gomes; os grupos de pesquisa Progero Envelhecimento Humano e o Grupo Interdisciplinar para Pesquisas e Estudos em Educação Intergeracional e Altas Habilidades (Gipeeiah).