Palmas-TO, 24 de abril de 2024

WebMail

Fapto participa da abertura da formação para as equipes do Programa Mulheres Mil

Atualizado em: 06/02/2024 17h19

Com o auditório cheio, a pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Paula Karina e o pró-reitor de Extensão, Milton Maciel, abriram na tarde desta terça-feira, 06, a formação das equipes que atuam no Programa Mulheres Mil, no Tocantins, projeto que tem a parceria da Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto).

A programação da formação é voltada aos integrantes das equipes locais dos Campi do IFTO, envolvidos no programa, sendo eles: Araguatins, Araguaína, Colinas, Dianópolis, Gurupi, Palmas, Pedro Afonso, Paraíso e Porto Nacional.

Em sua fala, a pró-reitora, Paula Karina, falou sobre como a nova etapa do Programa Mulheres Mil vai acontecer e destacou o papel da Fapto no assessoramento aos projetos de pesquisa e extensão apoiados pela instituição. “Aproveitamos a oportunidade, para mais uma vez agradecer o empenho e profissionalismo da equipe da Fundação com cada um dos nossos projetos. O Programa Mil Mulheres é um exemplo desta parceria. Temos a segurança que com apoio da Fapto as pesquisas e ações acontecem de forma a contento. Não tem hora nem dia para que a equipe da Fapto deixe de atender com padrão de qualidade”, agradeceu a pró-reitora reforçando a satisfação com a parceria.

O pró-reitor de Extensão, Milton Maciel, também ressaltou o companheirismo da Fundação de Apoio na realização dos projetos do Instituto. “Desde a captação de recursos, execução e a prestação de contas das atividades, a Fapto está alí conosco nos auxiliando. E com o Mulheres Mil não tem sido diferente”, observou Maciel.

O diretor-geral da Fapto, Léo Araújo, participou da abertura e falou da satisfação da Fundação em apoiar um projeto tão significativo para estimular o empreendedorismo feminino no Estado do Tocantins. “Mais um projeto que temos muito orgulho de apoiar, pois potencializa o protagonismo das mulheres no desenvolvimento da economia e aumenta as possibilidades de geração de renda”, citou o diretor.

Programação da Formação
Em dois dias de extensa programação, temas como a metodologia do programa envolvendo acesso, permanência e êxito das cursistas, o empreendedorismo na geração de renda, gestão financeira, comunicação, novas possibilidades de empregabilidade dentre outros temas serão trabalhados.

Para a coordenadora geral do Programa no Tocantins, Marilene Dantas Sepulvida, o momento é para a integração e formação de todas as equipes que compõem o projeto. “Estamos preparando para dar andamentos em novos cursos ligados ao Programa que irá contemplar mulheres de diferentes municípios, possibilitando a elas uma qualificação diferenciada para que tenham melhores condições de se incluírem no mundo do trabalho”, conta a coordenadora.